Blog

4 taxas de transporte de carga que você precisa conhecer

taxas de transporte

Está avaliando contratar uma transportadora de confiança para otimizar a logística do seu negócio, mas não sabe como funciona? Um assunto importante são as taxas fixas, que vão compor o valor total acordado entre a sua empresa e a transportadora. Confira 4 taxas de transporte de carga que você precisa conhecer antes de contratar uma empresa especializada.

Taxas de transporte de carga que você precisa conhecer

1) Frete peso

O frete peso é uma das taxas de transporte bastante comum que visa tornar a cobrança mais justa na relação entre transportadora e cliente. Com ela, é analisado o peso bruto e as dimensões do produto – o que for maior é utilizado no cálculo. Isso evita que produtos mais pesados, porém menores, paguem mais do que produtos que ocupam mais espaço no veículo. Afinal, quanto maior for a carga, menos espaço sobrará para outras mercadorias serem transportadas. 

A cobrança, nessa taxa, é feita em valor por peso ou valor por despacho, e também é incluída a distância percorrida para a entrega da carga. Com isso, torna-se possível custear tanto a operação rodoviária quanto as Despesas Administrativas e de Terminais (DAT)

2) Frete valor

No frete valor é considerado o valor da nota fiscal do produto. Isto é, quanto mais caro for a mercadoria, mais sujeita a encargos ela está. Através da taxa frete valor, a transportadora cobre os custos obrigatórios Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga (RCTR-C) — determinado pelo Decreto-lei n° 73/1966 (art. 20) e pelo Decreto nº 61.867/1967 (art. 10).

Lei n° 73/1966:

“Art 20. Sem prejuízo do disposto em leis especiais, são obrigatórios os seguros de responsabilidade civil dos transportadores terrestres, marítimos, fluviais e lacustres, por danos à carga transportada.”

Decreto nº 61.867/1967:

“Art. 10. As pessoas físicas ou jurídicas, de direito público ou privado que se incumbirem do transporte de carga, são obrigadas a contratar seguro de responsabilidade civil em garantia das perdas e danos sobrevindos à carga que lhes tenha sido confiada para transporte, contra conhecimento ou nota de embarque.” 

E não para por aí: com a taxa frete valor, a transportadora também consegue administrar possíveis indenizações não cobertas pelo seguro de responsabilidade, como no caso de roubos, extravios e avarias de cargas, além de vandalismo e danos no armazém da prestadora de serviços.

3) GRIS (Gerenciamento de risco e segurança) 

A GRIS, ou gerenciamento de risco e segurança, é uma taxa que tem como objetivo servir como um fundo de emergência das transportadoras em caso de roubo, e também como uma forma de promover melhorias e investir em tecnologias preventivas no que concerne ao furto de cargas. O valor de referência da GRIS nas tabelas da NTC/Fipe é de 0,30%, com mínimo de R$ 3,00.

Com esse valor, as transportadoras conseguem investir em rastreamento veicular, em mão de obra para aumentar a segurança das frotas e viabilizar a contratação de seguros.

De acordo com o Conselho Nacional de Estudos de Transportes e Tarifas (Conet), alguns fatores podem influenciar na alíquota do GRIS, entre eles:

  • Tipo de mercadoria a ser transportada;
  • Faixa de valor agregado;
  • Grau de risco das regiões incluídas no itinerário;
  • Características de comercialização;
  • Entre outros.

4) Ad Valorem  

O Ad Valorem é uma taxa convertida para cobrir os custos de seguro das cargas enquanto estão sob posse da transportadora. Costuma ser cobrada quando o dono da mercadoria não possui seguro ou a apólice do seguro contratado não cobre o período que a transportadora está com o produto. Desta forma, a transportadora paga uma seguradora com o Ad Valorem para cobrir essa etapa do transporte. 

O valor da taxa, por sua vez, é uma porcentagem do valor total da mercadoria, e pode variar de acordo com a distância percorrida, o transit time e as características da carga.

5) TDE (Taxa de Dificuldade na Entrega)

A Taxa de Dificuldade na Entrega existe para ressarcir a transportadora contratada nos casos em que a entrega for dificultada por alguns dos seguintes fatores:

  • Recebimento que gera filas e tempo excessivo na descarga das mercadorias;
  • Exigência de tripulação superior à do veículo para carga e descarga;
  • Entrega de cargas fora do horário comercial;
  • Exigências contratuais que agravam o custo operacional da entrega.

Por que escolher a Somerlog?

Abrangência — A Somerlog atua em todo o território nacional, levando a qualidade de nossos serviços para todos os Estados do país.

Soluções completas — Aqui, você encontra o que há de melhor e mais eficiente em transportes rodoviário, aéreo (cargueiro e passageiro) e armazenagem.

Infraestrutura e tecnologia — Inovação é um dos pilares que fortalece o nosso trabalho. Aqui, a tecnologia e a infraestrutura física recebem constantes investimentos para oferecer o melhor a todos os clientes.

Atendimento de excelência — Não há nada melhor do que ser atendido de forma ágil e personalizada. Por isso, oferecemos um Analista de Contas exclusivo para cada um de nossos clientes.

Suporte full time — Com a Somerlog você tem contato direto 24 horas com a nossa equipe e ainda escolhe o canal de sua preferência: site, Skype, telefone fixo, celular e Nextel.

Transporte premium —  A Somerlog é especialista em distribuir e armazenar cargas de alto valor agregado com segurança e gerenciamento de riscos de ponta.

Equipe especializada — O time Somerlog é composto por colaboradores comprometidos e com mais de 10 anos de experiência em logística.

Entre em contato e faça uma cotação sem compromisso agora que já conhece sobre as taxas de transporte.

Acompanhe seus pedidos, clique no botão abaixo para rastrear sua encomenda: